Concordo com você Arnaldo Antunes na música do Titãs (quem lembra?) COMIDA!… “A gente não quer só comida! A gente quer COMIDA, DIVERSÃO e ARTE!”

 rudolphii_1590_arcimboldo
Com esta introdução utilizando o trecho da letra de uma música que marcou época (pelo menos a minha) eu apresento pra vocês a Bússola Cultural. A maneira mais eficaz de fazer essa apresentação é através de perguntas e respostas (apenas 3) para que vocês saibam qual é a proposta indo direto ao ponto. Então vem comigo!
1 – Bússola Cultural? Por que eu preciso dela?
Quando se tratam de experiências novas, envolvendo viagens, teatros, dança, música, etc existem algumas coisas que a gente gosta e não sabe o porquê, ou não gosta, mas também não consegue tirar aquela coisa da cabeça. A nossa proposta é compartilhar uma visão de quem tem um pouco mais de experiência em observar diversas manifestações culturais e explorar cada uma delas, te dando um direcionamento sobre onde aquela experiência quer te levar. Não queremos pensar por você mas com você… e você vai interpretando à sua maneira, enxergando um novo ângulo e tendo mais ferramentas para entender se gosta e não e o porquê.
Acessorio-Borboletas2
2 – E como isso vai contribuir na minha vida?
Eu te digo como isso contribuiu na minha e você analisa se acha que vai poder fazer alguma diferença na sua. Há muitos anos atrás, eu já era uma bailarina experiente com anos de dança no meu currículo e tendo assistido e participado de muitos espetáculos. Assistindo a apresentação de uma das minhas companhias favoritas e uma parte daquele show me incomodou, achei estranho, sem sentido, fiquei agoniada mesmo… mas não conseguia parar de pensar nisso! Uma amiga que estava comigo naquela hora fez o comentário: “Nossa, essa cena é tão perturbadora, que bela reflexão em relação a alguns momentos de nossa vida!”… BINGO!
Estava ali explicado o que aquela cena (uma bailarina vestida de preto, em uma cena com iluminação fraca, andando em cima de uma esteira – daquelas de academia – e por mais que andasse ela não saía do lugar… ela ia ficando cansada, a música era pesada… que agonia que me deu!!!). Eu sou uma entusiasta das artes e acredito sim que ela nos alimenta, muda a atmosfera, nos faz felizes, nos faz pensar!
image3
3 – Ainda não estou convencido que é pra mim…
Se você já viveu algo parecido com o que descrevi acima em algum teatro, ou chorou ao ouvir uma música instrumental e nem imagina porquê, ou normalmente fala “Hmmm, filmes que não são de Hollywood são coisas de que quem ser moderninho pois aposto que o povo não entende nada e quer dar uma de chique e entendido”… Bom, vem comigo porque o que vamos fazer aqui será mostrar vários exemplos de cultura (dos mais tradicionais como teatro, dança, música, exposições, passando por viagens incluindo fotografia, gastronomia, grafite e comédia por exemplo) te dando mais ferramentas para entender e quem sabe apreciar novas experiências culturais para gente de todas as idades!
Se você quer saber mais, é um curioso, concorda que as artes nos mudam, nos ajudam, nos fazem mais FELIZES… Então estamos Juntos!
Agora fiquem com essa musica maravilhosa. Te convido a pensar – se você ja conhecia essa música – será que ela não te traz lembranças, te coloca um sorriso no rosto ou te remete a uma época da sua vida? E se não conhecia, será que essa letra não te faz refletir…?
É disso que estou falando!

imagem 6

Cristine de Paula (Tininha)
Gerente de vendas, bailarina, fotógrafa (e maratonista), viajante, tradutora, maratonista (e fotógrafa), voluntária de diversas causas, guia turística, curiosa e aprendiz… aprendendo todos os dias e compartilhando o meu amor pelas artes com o mundo!